Como uma bomba-relógio: Quanto tempo estará Moyes à frente do Manchester United?


A pressão estará imediatamente sobre os ombros de David Moyes em Old Trafford. Basta pesquisar as palavras “Manchester United” e “Sir Alex Ferguson” num motor de busca para constatar o quanto esta associação está presente na mente de adeptos pelo mundo fora. Moyes terá que apresentar trabalho até que se torne num nome familiar.

Ter sido escolhido para substitiur Fergusson aos comandos da equipa de Old Trafford é provavalemente a mudança de treinador mais importante deste começo de século XXI mas quanto tempo irá ele permanecer ao comando da equipa de Manchester?

Refrescar o plantel

Muito vai estar dependente da forma como conseguir renovar um plantel envelhecido que precisa de ser reforçado em áreas-chave. Com um Nemanja Vidic atormentado por lesões e que já passou o auge e com um Rio Ferdinand perto dos 35 anos de idade, Moyes deve estar preocupado com o seu eixo defensivo. Ao mostrar interesse no lateral esquerdo Leighton Baines, Moyes parece não inventar mas, a não ser que consiga assegurar um jogador como Thiago Silva para defesa central, o United vai estar em apuros. Chris Smalling não parece estar à altura. Por enquanto.

O escocês também deve ter estar preocupado em melhorar o meio-campo atacante. Thiago Alcantara seria uma excelente contratação, mas Marouane Fellaini também serviria perfeitamente.

Tem havido muito debate acerca de Wayne Rooney, mas a situação é mais simples do que parece - basta conseguir que Rooney e van Persie se entendam a jogar. São ambos jogadores de nível mundial e deverão conseguir complementar-se ao invés de se sentirem ameaçados pelo outro.

Se Moyes conseguir com que Rooney veja que é uma parte vital da sua estratégia, o seu desempenho poderá melhorar. Se isso não acontecer, Moyes terá de se livrar do internacional inglês. Moyes tem que se mostrar irredutível se quiser permanecer no cargo.

A chegada de Wilfried Zaha vem trazer competitividade em várias áreas de jogo. Com a Ashley Young a ter uma época pejada de lesões e com Nanin a ter um desempenho bem inferior ao que se lhe conhece há algum tempo. O sucessor de Fergusson terá que conseguir extrair todo o potencial de Shinji Kagawa, cujo talento ainda está por confirmar em Old Trafford, sendo frequentemente empurrado para as alas.

O peso da herança de Fergusson

É fácil compreender porque Moyes tem razões de sobra para se concentrar e, de acordo com os seus pares, é um homem vive e respira futebol e será o tipo de treinador ideal para levar o United à era pós-Fergie.

Não irá durar 27 anos, provavelmente nem permanecerá sete, por isso não pode estar a tentar competir com Fergusson. Na verdade, se conseguir ganhar 3 ou 4 títulos na Premier League e 1 ou 2 títulos na Liga dos Campeões, poderá se gabar de ter sido bem sucedido. Mas se acontecer que o United tenha um, ou até dois, anos mais fracos será que Old Trafford será menos tolerante?

É provável que não, dado o tempo que levou a Fergie para construir a sua dinastia no United, apesar de o clube ter muito menos a perder em 1986. Não ganhar um troféu durante dois anos seria hoje uma crise. Será que Moyes, que ainda não venceu nenhum troféu importante na sua carreira, estará apto a aguentar tal nível de pressão?

A rivalidade com o City e o Chelsea

Manuel Pellegrini por parte do City, e José Mourinho por parte do Chelsea, serão os seus novos rivais. Haverá com certeza grandes disputas entre eles, numa nova era que se vive nas principais equipas da Premier League. Estará Moyes preparado para aguentar a pressão quando as coisas aquecerem?

Apostas: Em que ano em que Moyes deixará o Manchester United (por qualquer razão)?

2013 - 25.00

2014 - 8.00

2015 - 5.00

2016 - 5.00

2017 - 5.00

2018 - 4.00

2019 or later - 4.50