GP Índia: Valerá a pena apostar contra Vettell?


O Grande Prémio do Japão mostrou quão difícil é vencer Sebastian Vettel nos tempos que correm.

Um falha técnica na qualificação, seguida de um arranque mal conseguido fizeram com que caísse para terceiro, logo atrás do seu colega de equipa e do rápido Romain Grosjean. Mas apesar de tudo, Vettel atacou e no último stint ultrapassou Grosjean para assegurar a sua quinta vitória consecutiva.

Este fim-de-semana assistimos à terceira edição do Grande Prémio da Índia e Vettel tem demonstrado uma forma formidável nas duas corridas anteriores no Buddh International Circuit. Não basta ter ganho as duas anteriores corridas, mas ainda não houve outro piloto que liderasse a corrida por uma volta sequer.

Não admira, então, que o retorno na pole-position e na vitória na corrida seja de 1.45 e 1.48 respetivamente. Qualquer outro piloto tem o dobro da quota. E serão apenas os apostadores corajosos a arriscarem nos resto do pelotão.

A fiabilidade da Red Bull

A corrida no Japão relembrou os azares que podem acontecer até ao mais dominante dos pilotos ou equipas. A fiabilidade tem sido um calcanhar de aquiles para a equipa suiça. O problema de KERS que pode ter custado a pole a Vettel não é o primeiro contratempo deste género a que assistimos esta época.

Talvez a melhor razão para apostar em Vettel seja que provavelmente estará concentrado em obter o mínimo de pontos para assegurar o seu quarto título mundial de pilotos. Já assistimos a esta postura em 2011, no Japão, onde Vettel pareceu contentar-se com um terceiro lugar, em vez de perseguir Jenson Button e Fernando Alonso.

Neste cenário, Webber tem boas hipóteses de ser o beneficiário e está com quotas de 5.00 para vencer pela primeira vez esta época. Vettel nem precisa de terminar a corrida para ser campeão: se Alonso ficar abaixo da segunda posição, Vettel será campeão independentemente do que vier a acontecer.

 Foco sobre a Lotus

Mas as melhores apostas para além de Vettel estão na Lotus. Tal como a Red Bull, a Lotus utiliza motores Renault e estas equipas acreditam que este fornecedor teve um incremento significativo em tração nestas corridas mais recentes. Carros com motor Renault têm ocupado a totalidade do pódio nas últimas duas corridas.

Romain Grosjean está num excelente momento de forma. Ele ascendeu à liderança da corrida no arranque do GP do Japão e lá ficou por 26 voltas, quase metade da corrida.

Para este fim-de-semana na Índia, a Pirelli trouxe pneus que são consideravelmente mais moles que os utilizados anteriormente. Os monolugares da Lotus têm aptência por este tipo pneu mais agressivo, assim como pelas condições de temperatura mais elevadas que são frequentes naquela zona da Ásia.

Assim sendo, quotas de 15.00 tanto para Grosjean como para Kimi Raikkonen em caso de vitória são bastante agradáveis. Dos dois, optaríamos por Grosjean, já que a forma de Raikkonen na qualificação não tem sido a ideal nas últimas corridas.

Apostar contra Vettel é arriscado de momento. A sua série de cinco vitórias consecutivas é apenas igualada por outros cinco pilotos na história da F1. Mas todas a séries têm um fim e, tal como a dos outros pilotos, a de Vettel também terá um ponto final.


 Adaptado de Keith Collantine, editor do blog de Fórmula Um F1 Fanatic