Finais ATP: Djokovic e Nadal vão jogar para três sets


A última partida do Circuito Mundial ATP 2013 tem lugar no O2 Arena de Londres, mais logo, entre os dois melhores jogadores do ranking.

Rafael Nadal enfrenta Novak Djokovic na final das Finais ATP, com o campeão em título Djokovic a ser o favorito. 

Rafael Nadal frente a Novak Djokovic

Este é o último encontro de alto nível da época (se excluirmos a Davis Cup) e, de acordo com a circunstância, coloca frente a frente os dois melhores do mundo. Esta será a 39.ª vez em que se encontram, com Nadal a ostentar o saldo mais positivo de 22-16.

Fora da terra batida o resultado é 13-9 para Djokovic, e em piso duro coberto está em 2-1 para o sérvio. No entanto, o que conta nesta fase da época é a vitalidade e a forma física, assim como a ambição e a qualidade técnica de jogo. O que dificulta a escolha.

Qualquer partida entre estes dois jogadores será de luta renhida e esta será encarada pelos executantes como uma antevisão da batalha ao longo da época de 2014.

Rafa estará muito desejoso por vencer as Finais ATP pela primeira vez, enquanto Djokovic estará concentrado em defender o título e os pontos alcançados pela vitória no ano passado.

Apesar do historial extenso, este duo já não se encontra em piso coberto desde que Nadal venceu neste preciso local em 2010. Novak venceu no ano anterior, no mesmo torneio, o que não faz pender a vantagem para nenhum dos lados.

Esta partida afigura-se como muito equilibrada em termos de sets mas não necessariamante em termos de jogos, uma vez que qualquer um dos jogador venceu sets entre ambos de forma muito confortável.

As partidas entre o espanhol e o sérvio têm resultado em poucos tie breaks, o que será surpreendente. Só chegaram a este desempate em seis dos 53 sets que jogaram entre si, por isso 1.88 em caso de 0,5 tie breaks, é uma quase certeza estatística.

Os primeiros set entre este par raramente são equilibrados, com o encontro entre eles neste local em 2009 a ser a última vez em que houve tie break no set inicial. Só por três vezes nos últimos 15 encontros é que se chegou ao 7-5.

Na verdade, a quota para menos de 9,5 jogos num set seria rentável nas 10 últimas partidas que disputaram, e como tal será uma boa aposta por 2.40 hoje.

Para uma aposta mais valiosa, 2-1 para Djokovic está com 3.55 de quota e merece ser considerada, com estas partidas a serem muito equilibradas em piso duro e com Novak a ter uma ligeira vantagem.

O fator forma física será muito importante hoje e Nadal jogou menos sets (17) que Djokovic nas últimas duas semanas, que contabilizou 23 sets e isso poderá ser um argumento a favor do espanhol, embora pareça que o sérvio estará à altura das exigências.

Não vemos muito valor em apostar 1.52 a favor de Djokovic, preferindo apostar que a partida terá mais de 2,5 sets por 2.10 e que não haverá tie breaks por 1.88.

Melhores apostas

Mais de 2,5 sets por 2.10

Menos de 0,5 tie breaks por 1.88