Finais ATP: Federer deverá atacar cedo Djokovic


Estamos na segunda jornada das Finais Mundias ATP, com uma repetição do que se passou em Bercy na semana passada: enquanto Rafael Nadal enfrenta David Ferrer temos Novak 

Roger Federer vs Novak Djokovic (Apostas e Transmissão em Direto na Unibet TV a partir das 20h05)

Não há necessidade de recuar muito para preparar esta partida com dados de partidas anteriores. No sábado passado Djokovic venceu em três sets o maestro suíço em Paris, e as quotas para este jogo são praticamente as mesmas.

O sérvio inicia a partida como favorito com 1.30 de quotas, mais uma vez, com as hipóteses de Federer a depender largamente de se consegue vencer em dois sets. Parece altamente improvável que o suiço consiga aguentar uma partida de três sets dadas as variações de forma que tem atravessado ao longo desta época.

Se Federer conseguir um arranque semelhante ao que fez em Bercy terá hipóteses. Os adeptos do ex-número 1 provavelmente acharão interessantes o cenário de vitória por 2-0 com quotas de 6.00, em vez de 3.40 como da última vez.

Roger Federer tem conseguido pelo menos um bom set contra a concorrência de topo, mas tem tendência a sofrer quebras e desviar-se do plano de jogo nos últimos jogos, acabando por tentar vencer à sua maneira, o que nem sempre é a melhor estratégia.

Um fator desconhecido nesta partida, ao contrário da que decorreu na semana passada, será a condição física de Djokovic. O jogador sérvio admitiu algumas dores no final da partida em Bercy e poderá custar-lhe a entrar no ritmo hoje.

As condições de piso serão semelhantes aqui às de Bercy, ou talvez um pouco mais lentas, pelo que a única diferença para a partida anterior será a capacidade física de Djokovic. Mas o grau de diferença só é conhecido pelo próprio e pela equipa.

Nos anteriores seis encontros em piso duro coberto, Djokovic não venceu o set de abertura em menos de 10 jogos. E só consegui vencer o set inicial apenas por duas vezes, o que me faz apontar Federer como favorito a vencer o primeiro set.

Mais de 9,5 jogos totais parece-me uma boa aposta, como nos pareceu na semana passada, enquanto os 2.80 parecem ser a melhor aposta para os grandes apostadores e aqui no O2 Arena o suíço tem melhores condições que o Novak, este último com 1.30.

Muito dificilmente veremos Federer a recuperar de uma desvantagem para Djokovic, porque nunca o conseguiu. Na verdade, em toda a sua carreira, só conseguiu recuperar uma desvantagem em número de sets por sete vezes em jogos à melhor de três contra jogadores colocados no Top10.

Só conseguiu esse feito por duas vezes em 2009, contra Stan Wawrinka e Tomas Berdych, só por uma vez em piso duro indoor, contra Andy Murray há quatro anos.

A melhor aposta para Fed é atacar cedo e se conseguir um bom jogo de serviço e estiver a movimentar-se bem, tem hipóteses de vencer o set de abertura por uma boa margem.

A melhor aposta:

Apostar que Federer vence o primeiro set a Djokovic por 2.80